Notícias actualizadas ao minuto sobre o sector automóvel

Bandag assinala 60º aniversário com renovação da marca

No European Bandag Dealer Meeting 2017, que decorreu no último fim-de-semana, foi revelada a campanha de renovação da marca Bandag para a região EMEA.

A Bandag, parte do Grupo Bridgestone, que se dedica à investigação, desenvolvimento e produção de pneus recauchutados no segmento premium, comemora o seu 60º aniversário e 10º enquanto parte do Grupo Bridgestone – com um novo logótipo e com o lançamento de uma campanha global.

Com o conceito “Built for Better”, esta nova plataforma irá unir globalmente a marca Bandag e posicionar os pneus recauchutados como soluções de negócio sustentáveis e inovadoras, para frotas de qualquer dimensão.

“Continuamos a investir na Bandag para fortalecer a nossa performance, desde os compostos de última geração e projetos inovadores, que alavancam a mais recente tecnologia da Bridgestone a modelos de soluções personalizadas”, explicou Riccardo Cichi, Chief Sales Officer, na Bridgestone EMEA. “Trata-se sobretudo da qualidade, desempenho e garantia que oferecemos. Os nossos pneus recauchutados oferecem às frotas a possibilidade de maximizar o desempenho do pneu e diminuir os custos de transporte. Acreditamos que os pneus recauchutados são a opção mais inteligente.”

Fundada em 1957, a Bandag foi pioneira na recauchutagem de pneus de camião e outros veículos comerciais pré-vulcanizados. Hoje em dia, a empresa continua a liderar globalmente a indústria, de forma sustentável. Os pneus recauchutados da Bandag proporcionam às frotas uma maximização da sua utilização, com uma maior eficiência de custos num mercado cada vez mais competitivo.

“Cada marca tem um lema e o da Bandag é “Built for Better”, acrescentou Cichi,“No entanto, não se aplica apenas aos recauchutados, estende-se a toda a nossa oferta de soluções e aos serviços oferecidos pela rede da Bridgestone, nossa parceira.”

Os pneus recauchutados da Bandag têm vantagens do ponto de vista ambiental já que a sua produção requer apenas 26 litros de petróleo, em comparação com os 83 litros necessários para a produção de um pneu novo.

Outras Notícias

Comentários estão fechados.